A partir de uma investigação através da poética do palhaço/clown, um casal de palhaços leva a extremos as dificuldades de relação e comunicação entre homem e mulher. O jogo acontece de forma lúdica, nas inúmeras tentativas extras cotidianas do casal de palhaços de driblar os obstáculos que são colocados ao longo da cena. Essas situações “problemas” sugerem metáforas de relações reais, como por exemplo, a perda de alguns sentidos (visão, fala, audição, etc.) ao decorrer da cena ou o envelhecimento ou rejuvenescimento exagerado dos palhaços, ou até mesmo a apelação para recursos como “poções do amor” que o casal acaba fazendo para se manterem juntos.

Texto e Direção: Felipe Ternes de Oliveira e Nathalia Luiz
Elenco: Felipe Ternes de Oliveira e Nathalia Luiz
Cenário: Alfredo Gomes e Renata Skrobot
Figurinos e Adereços: Fabianna Pescara e Renata Skrobot
Criação e Operação de Iluminação: Anriaider S. de Conto
Trilha Sonora: Candiê Marques, Eliezer Vander Brock e Banda Central Sistemas de Som
Criação e Operação da Sonoplastia: Angélica Rodrigues
Design Gráfico: Rafael Amaral | Blu Design e Comunicação
Direção de Produção: Cia dos Palhaços